CICLO TEMÁTICO
 

Objectivos

 

Avaliação de Performance

Levantamento e validação das Necessidades de Desenvolvimento de Competências consideradas prioritárias pelas PME com vista a reforçar a sua competitividade

Formalização da linhas gerais do diagnóstico acordado com a empresa, devendo este referir-se a um número delimitado de áreas temáticas a abordar (formato sintético uma vez que o modelo pressupõe que se trabalha a partir dos objectivos estratégicos situados por cada empresa).

Elaborar um Plano de Acção para o desenvolvimento de competências

Elaboração de um plano de acção que deve identificar as Unidades de Competência (e respectivas unidades de formação) dos referenciais disponibilizados para o sector (nomeadamente os que se incluem no estudo realizado pela CTP “Referenciais de Qualificação para o Turismo). Elaboração do Plano de Acção tendo por base o roteiro de Unidades de Competência e Formação a considerar e a estratégias formativa a adoptar para o desenvolvimento de cada uma delas.

Estabelecer uma cadeia de impactos esperados, sobretudo ao nível dos resultados de aprendizagem

Elaboração de um mapa que situe os impactos esperados com a intervenção. Em particular, privilegia-se a identificação dos resultados de aprendizagem associados às Unidades de Competência trabalhadas e que os articule com os domínios de competência a desenvolver. A avaliação deste objectivo resultará, essencialmente, da aplicação de instrumentos de avaliação das aprendizagens no âmbito da formação que devem definir-se neste passo.
Consideram-se como objectivos passíveis de serem considerados pelos projectos nesta Linha de Acção:

  • O desenvolvimento (aprendizagem) de novas competências de gestão, comerciais e técnicas/de serviço;
  • A transferência dessas aprendizagens para o contexto de trabalho, compreendendo a alteração dos modos de exercício nas funções abrangidas;
Os objectivos desta Linha de acção devem estar, sobretudo, subordinados aos resultados de aprendizagem explicitados nos novos referenciais baseados em competências desenvolvidos para o sector (que situam realizações profissionais e os conhecimentos, aptidões e atitudes associadas) e a sua avaliação aos critérios de desempenho que os mesmos referenciais estabelecem. Nesse sentido, a avaliação em contexto de trabalho, orientada pelos critérios de desempenho estabelecidos constitui o principal referencial a seguir, constituindo um importante elemento de inovação do modelo proposto.

Reforçar a performance das empresas

Avaliação dos resultados de aprendizagem.

Avaliação da evolução de outros indicadores de impacto que no contexto do projecto se considere pertinente definir.

Contribuir para reforço da competitividade do sector

Avaliação do grau de convergência entre os resultados alcançados e as apostas estratégicas definidas para o sector.

Voltar